Dicas inclusivas

DICA DE LEITURA – “A indiferença em relação à palavra usada chega na mesma hora e na mesma proporção da aceitação. Quem não aceita o termo, não aceita o filho e vice-versa” (Cecília Dias, Trecho do livro: “Construindo o Caminho – Um desafio aos limites da Síndrome de Down”.)

No Brasil, a palavra/expressão que a legislação atual define é PESSOA COM DEFICIÊNCIA ou, no caso dos pequeninos, CRIANÇAS COM DEFICIÊNCIA (Pessoa COM “sempre”, pois segundo a ONU – Organização das Nações Unidas, precisamos lembrar que primeiro vem a PESSOA só depois sua deficiência). 

Em relação à Agenesia de Membros, esta classifica-se como uma DEFICIÊNCIA FÍSICA, portanto podemos aplicar a terminologia correta.

Criança com Agenesia não tem nenhum PROBLEMINHA (muitas pessoas se referem de forma inadequada com as expressões: probleminha na mão ou no braço), mas concordamos com a expressão DIFERENÇA DE MEMBRO ou AUSÊNCIA DE MEMBRO, malformação congênita também é uma forma adequada de se mencionar a agenesia.

Embora muitos pensem que são apenas “rótulos”, todos devemos refletir sobre empregar as referências corretas, já que isso muito diz sobre a ACEITAÇÃO da família!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

one × 2 =